REENCARNANDO E ANDANDO

wpid-reincarnation-2010-04-29-14-30.png

Nenhuma idéia sobre a Terra é ruim o suficiente para que Deus não tente piorá-la só pra fazer média com vocês. Não sei se é por causa do excesso de tempo livre, da idade, ou da humanidade o idolatrar por conta de meia dúzia de milagres, o fato é que Deus erra, e muito. Mas nenhuma cagada divina supera a idéia da reencarnação. Ele realmente se superou nessa. Dar uma segunda, ou terceira, ou enésima chance para a raça humana tornou-a ainda mais mimada e imprestável. O corpo humano passou a ser um mero brinquedo do Hopi Hari: vocês entram, se divertem, passam medinho, saem, e depois voltam para a fila querendo brincar em um brinquedo novo. A única diferença é que o passaporte da vida é ilimitado, vocês podem reencarnar quantas vezes quiser, o que fode ainda mais o meu trabalho. Em suma: virou bagunça.

O modo como tudo foi implementado também me irritou muito. Eu só fiquei sabendo da reencarnação quando percebi que estava levando uma mesma alma pela segunda vez. Fiquei furioso, claro.

— Espere um pouco. Eu já não te levei uma vez?

— Já, Morte. Mas reencarnei.

— Reencarnou?

— É. Fui, dei um tempinho no purgatório, mas voltei.

— Mas que putaria é essa? Como é alguém faz isso e não me fala nada?

— Relaxa. Não são todos que vão ter direito a reencarnação.

— “Todos” por quê? Vai ter mais de um?

— Um monte. Já tem até fila.

— Fodeu. Fodeu muito!

— Qual o problema de uma alma ir e voltar?

— Escuta: é você quem vai ter que dar cabo de 100 bilhões de pessoas em dez mil anos de história humana?

— Não.

— Então não fala MERDA!

Séculos mais tarde cruzei com o mesmo cara outra vez num violentíssimo campo de batalha assírio.

— Você de novo?!

— É, Morte. Essa foi a minha segunda vida.

— Certo. Vamos embora que agora o bilhete é só de ida.

— Não, não, eu vou voltar.

— Que mal lhe pergunte, cara: por quê?

— Porque eu gosto da vida, do mundo, o ser humano é uma coisa boa.

— Cara, você morreu EMPALADO e seu corpo foi cortado em 72 pedaços!

— Não é tão ruim quanto parece.

— Eu mereço…

Um bom tempo depois reencontrei o sujeitinho novamente durante a Revolução Francesa.

— Tu não se cansa de morrer mesmo, hein?

— Pelo menos eu morri de cabeça erguida, seu Morte.

— Não, mané, sua cabeça está num cesto agora, do lado da guilhotina.

— Pode rir, mas eu sei que estou evoluindo.

— Evoluindo? O que você foi na vida passada?

— Na minha outra vida eu fui um homem terrível, ganancioso, injusto, sem moral, e sem escrúpulos.

— E nessa?

— Eu fui um político.

— E cadê a porra da EVOLUÇÃO?!

Na enésima reencarnação do figura, já éramos praticamente íntimos. Rolou até uma certa amizade.

— Morri de novo?

— Que é que você acha? Bora aí.

— Espera, Morte. Antes de ir eu queria lhe pedir desculpas pela nosso último encontro, quando eu morri pela última vez.

— Que é que tem?

— Eu não sabia que aquele dia era o seu aniversário. Nem falei nada.

— Tudo bem, já passou.

— Aliás eu nem sabia que a Morte tinha aniversário.

— Tá. Deixa pra lá

— Aliás, fiquei com a impressão de que você me levou só pra passar o seu aniversário comigo. A minha morte foi muito estranha.

— Não tem nada de estranho. Qualquer um pode morrer engasgado com um caroço de azeitona.

— Mas eu estava comendo um PUDIM!

—…

— Morte?

— Eu já disse pra deixar PRA LÁ!

A última vez que eu o vi ele já estava reencarnado e nem foi para levá-lo. Foi um encontro acidental. Entrei em um prédio para buscar um hamster dentro de um microondas e passei pela porta de uma sala onde se lia “fazemos terapia de regressão”. Entrei só para assistir. O sujeitinho estava lá, todo tenso no divã, suando, dizendo que nas vidas passadas havia sido um rei, depois um grande general, depois um cientista famoso, e não sei mais o quê. Saí de lá desanimado e balançando a cabeça. Além de folgado o cara era mentiroso pra cacete.

Anúncios

21 pensamentos sobre “REENCARNANDO E ANDANDO

  1. simplismente A.M.E.I. seu blog, textos, tudo
    nossa morri !!!
    mto bom mesmo (inveja_boa)

  2. Cara(o), vc é muito criativo! Felizmente ou infelizmente, é assim mesmo que ocorre. Sou reencarnacionista e não quero deixar seu post mais sério do que ele é! (kkk)
    No fundo, essa é uma lei e para se livrar dela tem de evoluir! Se vc não fizer isso também, vai continuar fazendo hora extra para o resto desta sua vida! kkkk
    Parabéns Morte, pois sois um amigo passageiro!

  3. E o cara que vai no proctologista, faz o exame de toque e descobre que tá com cancer: “Podia ter morrido sem essa.”

  4. Sr. Morte,

    Meus parabéns… seu blog é demais… to morrendo de dar risada….
    digo.. to vivendo e dando risada…

    quer dizer… me esqueça.. me deixe em paz… haushuasa

  5. Não acredito em reencarnação, mas acho que já te disse isso na minha vida passada, non!?

  6. PQP! Esse blog é a maior comédia. Só vc pra nos fazer rir de um assunto sério como a morte…

    Espero rir muito de seus posts…

  7. Eu me divirto muito com seu blog, quase morro de rir, ouça bem, QUASE morro e não morro viu seu Morte?

    E faz o favor de não me seguir. Até não muito breve…

  8. Sensacional. Puro espiritismo, ou até budismo. Essa idéia de evolução, reencarnação, enfim “segundas chances”…

    Coitado de ti, Morte, quanta “reencheção-de-saco”.

  9. Adoro “matar” meu serviço lendo seu blog, super bem humorado! Parabens!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s