A JABULANI É CULTURA

wpid-matandocopa-2010-06-8-07-302.jpg

JOAHNNESBURGO É UÓ

Cheguei à Joahnnesburgo e estou achando tudo muito parado. Não chega a ser Cleveland, mas também não é uma Bagdá ou Rio de Janeiro onde tropeço em trabalho. Se a Copa inteira for assim, vou dar uma esticada em Darfur. Afinal, vir ao continente africano e não ver um massacre étnico é como ir a Roma e não ver o Papa.

BARRA-BRAVAS BARRADOS

Só hoje tive a confirmação de que os Barra-Bravas, os hooligans argentinos, realmente foram barrados e não virão. Sinceramente, fiquei desanimado. Terei menos serviço sem eles aqui. Tô vendo que essa viagem vai ser um tédio.

VUVUZELA É INFERNAL!

Liguei para o meu colega, o Capeta, só pra perguntar se foi ele quem inventou a vuvuzela. Ele disse que sim, mas que o projeto lhe fora roubado. Perguntei se ele queria que eu fosse atrás do filho da puta que fez isso e o arrastasse para o inferno. Ele me lembrou que eu já tinha feito isso. Eu e minha cabeça…

A BOLA JABULANI

Sabe quando o universo conspira para o bem? Hoje dois sul-africanos tentaram assaltar um shopping, foram mortos a tiros, e fui buscá-los. O legal é que eles empacotaram próximos a uma loja de esportes! Aproveitei o momento para ver a JABULANI, a bola oficial de perto. Nada como unir o agradável ao útil.

wpid-2010_jabulani-2010-06-8-07-3014.png

Fazendo uma análise bastante técnica, constatei que a reclamação dos jogadores é uma FRESCURA da porra! A bola de uma Copa deve representar a cultura do país que a sedia e a Jabulani é apenas isso, uma legítima bola sul-africana.

Alguns goleiros dizem que ela é difícil de apanhar, pois é rápida e muda de trajetória facilmente. Concordo, mas isto tem relação com a cultura local. Quem já viu um sul-africano fugindo de um leopardo sabe muito bem como esses caras são rápidos e difíceis de apanhar também. Assim como a bola jabulani, os africanos correm MUITO e mudam de trajetória velozmente como nenhum outro povo do planeta.

Nada mais representativo, portanto, que a bola da Copa seja assim também. Jogador brasileiro reclama demais.

APARTHEID DISFARÇADO

Já tomei duas revistas ao sair do hotel. Vocês nem imaginam, mas aqui sou discriminado pelos dois lados: como não tenho pele, os dois lados, brancos e negros, me olham esquisito. Um problema que terei que contornar por aqui.

DESARMADO

Nem comentei, mas não pude embarcar no avião com a minha foice por ser objeto perfurante. Ela foi no compartimento de bagagem e se desviou junto com as minhas roupas numa escala em Luanda. Estou quase dando um pulo lá pessoalmente. Aproveito, levo uma meia-dúzia em minas terrestres e volto rápido antes da abertura. Se eu não for chamado a Gaza hoje, faço isso.

______________________________________________________

A Morte mais tarde irá para a Cidade do Cabo porque pretende dar um de alguém.

Anúncios

9 pensamentos sobre “A JABULANI É CULTURA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s